FANDOM


Logo-1t

One Tree Hill (no Brasil, Lances da Vida) é uma série de televisão de drama adolescente/jovem-adulto desenvolvida por Mark Schwahn. A série segue as vidas dos meio-irmãos Lucas (Chad Michael Murray) e Nathan Scott (James Lafferty), que, originalmente, não compartilhavam nada em comum, exceto o mesmo pai, Dan Scott (Paul Johansson), e um amor pelo basquete. Suas vidas se tornam ainda mais complicadas pelos envolvimentos românticos causados por três meninas - Peyton Sawyer (Hilarie Burton), Brooke Davis (Sophia Bush) e Haley James (Bethany Joy Galeotti).

A série estreou com 2,5 milhões de telespectadores e aumentou para 3,3 milhões em sua segunda semana, tornando-se uma das três únicas séries a subir em seu segundo episódio durante a temporada de 2003-2004. A primeira temporada foi em torno da média de 3,5 milhões de espectadores.

Elenco Principal Editar

História Editar

Como afirmado no terceiro CD do box de DVDs da 1ª temporada, Mark Schwahn planejou que "One Tree Hill" seria um filme que seria chamado de "Ravens". Lançou a ideia em torno da cidade, mas com recomendação da Warner Bros, mudou o filme para uma série dramática. "Tree Hill" é uma cidade fictícia, nomeada pela música "One Tree Hill", canção da banda de rock irlandesa U2. Schwahn deu este nome à cidade porque enquanto escrevia a ideia do seriado ouvia o álbum The Joshua Tree de U2.

O programa teve o nome "Ravens" até a emissora pedir para Mark mudar. "Ravens", que é o nome do time de basquete em que os protagonistas se envolvem, parecia mais centrado em esporte e a emissora possuia um público feminino predominante. Por isso, o nome foi mudado para ter um apelo maior à audiência. No começo do seriado, os fãs perguntavam a Mark porque o nome era One Tree Hill se a cidade se chamava apenas Tree Hill. A questão foi respondida quando Karen diz a Lucas no episódio "1.22" dizendo: "Existe apenas uma 'Tree Hill', e esta é sua casa". Mark foi citado como tendo afirmado que o 'One' vem do endereço do colegial: 1, Tree Hill. No Brasil a série recebeu o nome de Lances da Vida.

Produção Editar

A série é filmada em Wilmington, Carolina do Norte, desde a primeira temporada. As locações externas são gravadas em lugares comuns da cidade, como praças, quadras e ruas. As locações internas também são gravadas por lá, em estúdios. O episódio piloto foi produzido em março de 2003. Em uma rápida seleção de atores, era um projeto nada ambicioso. A The WB avaliou a série e encomendou mais 12 episódios. Devido a boa aceitação, One Tree Hill ganhou a primeira temporada completa. O episódio piloto foi ao ar em 23 de setembro de 2003 nos Estados Unidos. Os produtores da série, Joe Davola, Mike Tollins e Brian Robbins mal sabiam que sua parceria com Mark Schwahn estava apenas começando.

Música Editar

A música é um dos temas em desenvolvimento na série desde o episódio piloto. Os títulos dos episódios são baseados em títulos de músicas (Tática usada também por Shonda Rhimes em Grey's Anatomy). Emtodos os episódios, uma média de 5 músicas são reproduzidas. A boa escolha de repertório é marca do seriado, que tem cenas elogiadas pela crítica mesmo não tendo boas audiências.

Desde a abertura, a música "I Don't Wanna Be" de Gavin DeGraw, os fãs tem playlists criadas e reproduzidas pelos próprios produtores. No site oficial, uma página chamada One Tree Hill Music, descreve as músicas de cada episódio dividas por cena. Algumas são mais populares, como "Dare You to Move" por Switchfoot, "Mixtape" por Butch Walker, "Naive" por The Kooks, "Kill" por Jimmy Eat World e "Run" por Snow Patrol.

A série também já lançou 3 CDs com músicas importantes para o seriado. O mais conhecido, One Tree Hill 2: Friends With Benefit, teve sua renda revertida para ajuda no combate ao câncer de mama. O CD foi ambientalizado na série, produzido lá, pela protagonista Peyton Sawyer. No álbum, estão também as canções "Missing You", de Tyler Hilton e "Halo", de Bethany Joy Galeotti, cantadas no seriado pelos personagens dos próprios atores, Chris Keller e Haley Scott.

Audiência Editar

Com uma baixa na segunda temporada de Smallville, One Tree Hill estreiou na The WB com a média de 3.5 milhões de espectadores, um alto para a TV a cabo. A série se manteve estável, atingindo picos de 5 milhões na terceira temporada e 4.8 milhões na quarta. Porém, com a saída do casal protagonista na sexta temporada, a sétima alcançou a máxima de 2.3 milhões. A série lutou para sobreviver por meio de campanhas na internet, altamente direcionadas ao The CW, transmissora do seriado desde 2005. O TV Zine deu à One Tree Hill o prêmio de "Seriados com mais fãs", pois na média 3.0, a série nunca teve menos de 1.5 milhões de espectadores.

Veja Também Editar